Sobre ecodireção

Você já ouviu falar em ecodireção?

Segundo a FIA (Fédération Internationale de l´Automobile), a simples adoção dessas práticas, como acelerar e brecar com mais suavidade, podem produzir meios mais eficazes de reduzir as emissões de CO2 causadas pelos veículos urbanos de transporte.

A Fiat também apostou na causa e publicou uma série de recomendações ao dirigir, junto com os resultados de um estudo que analisou padrões de comportamento de 5700 motoristas europeus, usando tecnologia capaz de monitorar automaticamente seus hábitos na direção.

O partipante médio do estudo cortou seu consumo de combustível em 6% nos primeiros 30 dias do estudo, o equivalente a uma economia de 2 toneladas de CO2 por ano, ou uma economia de cerca de R$1.200,00 na conta de combustível.
Os melhores motoristas chegaram a uma economia de 16%, ou de R$3.600,00 na conta.

A Fiat acredita que se todos na União Européia adotassem práticas de ecodireção, a Europa poderia evitar emissões de CO2 equivalentes a 50% da pegada anual de carbono de Portugal.
A montadora agora pede que motoristas, a indústria e governos incentivem a consciência da ecodireção.

Já a Renault, em seu Renault Eco-Driving, apresenta um conjunto de orientações simples aos condutores para ajudá-los a economizar combustível e, consequentemente, colaborar com o meio ambiente (em inglês).

As dicas estão relacionadas às trocas de marchas, uso do freio-motor e aceleração.
A manutenção do carro também tem grande importância nesses aspectos, pneus com pressão incorreta, por exemplo, podem se tornar os maiores consumidores de combustível no dia-a-dia do motorista comum. Quando eles estão abaixo da pressão, que é o mais comum, oferecem maior resistência ao movimento das rodas, sem contar que quando bem calibrados, o consumo de borracha é menor, aumentando sua durabilidade.

O bom senso no uso do ar condicionado também é recomendado, uma medida simples é não ligá-lo imediatamente ao partir com o veículo.  Primeiro, é preciso checar se a temperatura externa é agradável e se for, basta deixar o ar exterior entrar no carro.

Não carregue peso desnecessário. Muita gente utiliza o porta-malas como uma espécie de depósito e esquece de retirar os objetos. No fim, tudo o que o carro carrega exige um dispêndio de energia para movimentá-lo e o combustível acaba mais rápido.

E principalmente não deixe de fazer manutenções e revisões do manual. Um carro com a manutenção em dia contribui bastante para poluir menos e reduzir os níveis de consumo de combustível. Além disso, o motorista evita ser pego de surpresa por uma falha mecânica, que poderia ser diagnosticada previamente em uma revisão.

Confira o aplicatico eco:Drive no Facebook e divirta-se.

Fonte: Planeta Sustentável

2 comentários em “Sobre ecodireção

  1. Parabéns Karla pela matéria.
    Precisamos de divulgação para ajudar a consumir menos combustível, emitir menos gases de efeito estufa, reduzir os acidentes e o stress ao volante.
    Sou professor aposentado da FGV e agora iniciando uma nova atividade justamente na divulgação, formação e acompanhamento de condutores na prática da Eco-Direção. Informações adicionais no site http://www.edco2.com.br
    Sucesso e cordiais saudações,
    Jakow Grajew

Deixe uma resposta