Anna Laura Parques para Todos

Essa é uma daquelas histórias inspiradoras que deram certo, onde grandes reveses da vida fizeram renascer uma incontrolável vontade de fazer a sua parte no mundo de alguma forma.

E foi por uma situação dessas que passou Rodolfo Henrique Fischer, profissional do mercado financeiro que havia decidido passar mais tempo com a família quando foi surpreendido por uma grande perda. Anna Laura, filha dele com a psicóloga Claudia Petlik, sofreu um acidente e faleceu aos três anos de idade.

“Estávamos com uma viagem marcada para Israel, para um evento de família, e decidimos mantê-la mesmo depois do acontecido”, lembra o pai. “Lá, conhecemos uma associação que tinha o objetivo de integrar comunidades de religiões diferentes e que tinha um pequeno parque com um único brinquedo inclusivo no meio. Achamos fantástico e pensamos em trazer essa ideia para o Brasil”.

A ideia ganhou a forma de uma homenagem a Anna Laura, foi crescendo, evoluindo e ganhando apoiadores.
E graças a parcerias pontuais, o primeiro parque do projeto “ALPAPATO, Anna Laura Parques Para Todos” já está pronto.

O projeto

 

planta do parque da moóca | imagem: anna laura parques para todos

Serão criados quatro parques acessíveis por ano todos os anos.
O primeiro parque foi inaugurado na AACD da Mooca em 25/01/2014 e estão em criação parques em Porto Alegre e Recife (AACD), em Araraquara (APAE), no Parque do Cordeiro da Prefeitura de São Paulo, entre outros.

O Projeto disponibiliza espaços estruturados que proporcionam alegria, integração, motivação para todos, uma vez que é composto por diversos recursos lúdicos que propiciam às crianças com e sem deficiência um momento de troca ao compartilharem as mesmas experiências.

Desta forma, as crianças com mobilidade reduzida e/ou alterações sensoriais e intelectuais terão a oportunidade de brincar de forma segura e ampliar experiências motoras, cognitivas e sensoriais, gerando sensações prazerosas que favorecem a melhora da autoestima, promovendo a acessibilidade social, caminho que conduz a uma sociedade sem preconceitos.

Projetos arquitetônicos e paisagísticos

 

planta do parque de araraquara | imagem: anna laura parques para todos

Acima estão as plantas dos parques da Moóca, em São Paulo e o de Araraquara, mas as demais podem ser visualizadas em uma melhor resolução aqui.

“Na verdade, a palavra ‘inclusão’ não é boa. O ato de incluir parte do pressuposto que alguém está excluído e, se tratando de crianças com deficiência, ninguém está excluído. Todas são diferentes, mas fazem parte do mesmo grupo que as crianças sem deficiência. Afinal, são todas crianças.”

Confira algumas imagens

 

balanço para cadeirante e não cadeirante | imagem: anna laura parques para todos
balanço com cadeirinhas adaptadas | imagem: anna laura parques para todos
brinquedo sensorial com várias atividades | imagem: anna laura parques para todos
brinquedo girassol | imagem: anna laura parques para todos

Conscientização

Mesmo achando que demorou bastante para termos um parque acessível em uma cidade como São Paulo, considero o projeto um grande avanço, não somente para as crianças com algum tipo de deficiência, como também a todos que precisam conhecer melhor essas dificuldades, pois o conhecimento é uma grande arma contra o preconceito e o desrespeito.

Ainda não tive a oportunidade de ir ao parque já construído, mas postarei aqui assim que visitá-lo!
E para maiores informações, acesse o site do projeto.

Confira o que já foi postado no blog sobre parques.

2 comentários em “Anna Laura Parques para Todos

Deixe uma resposta