Mais Médicos, por Araquém Alcântara

Mais Médicos, esse é o título do mais recente trabalho do renomado fotógrafo Araquém Alcântara, que durante cerca de um ano acompanhou de perto o Programa Mais Médicos em consultas e visitas domiciliares, capturando as imagens da relação solidária entre médicos e pacientes nos rincões do Brasil.

Dois anos depois de sua implantação, o Programa Mais Médicos conseguiu implantar e colocar em prática a valorização da Atenção Básica. Nesse período, garantiu 18.240 médicos em 4.058 municípios (73% dos municípios brasileiros) e nos 34 distritos de saúde indígenas, enfrentando de forma inequívoca a insuficiência ou mesmo ausência desses profissionais nas periferias das grandes cidades, nos pequenos municípios, comunidades quilombolas indígenas e assentadas, sertão nordestino, populações ribeirinhas, entre outras, que nunca contaram ou não conseguiam fixar médicos. Esses profissionais estão garantindo atendimento a 63 milhões de brasileiros que não contavam com atendimento médico e que agora encontram atendimento nas unidades de saúde próximas de suas casas.

 

dr. jean-gardy merceus, cubano, que atende moradores de comunidades ribeirinhas no amazonas | imagem: araquém alcântara

Para produzir o livro Mais Médicos, Araquém visitou cidades em todas as regiões do país. A maior parte dos médicos visitados atua em povoados distantes dos centros urbanos e com pouca ou nenhuma infraestrutura de saúde. Outra parte do roteiro traçado por Araquém inclui redutos pobres em áreas urbanas, como os cortiços do Baixo Glicério, em São Paulo, onde o ponto crítico é o atendimento a usuários de crack, e a famosa comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro, onde o fotógrafo conheceu João Marcelo Goulart, médico brasileiro formado em Cuba, neto do ex-presidente João Goulart.

“A importância do Mais Médicos é essa: o velhinho cruza com o médico na rua, toca nele e diz: está dando resultado o tratamento. É o contato direito, ter ali o porto seguro”. (Araquém Alcântara)

 

médico albanês atendendo senhora em sua casa | imagem: araquém acântara
médico atendendo criança sobre mesa de residência | imagem: araquém alcântara

As imagens são indiscutivelmente lindas e de uma veracidade tão intensa que nos emociona logo de cara, pois só quem tem uma vaga ideia da situação a qual essas pessoas tão segregadas passam, pode imaginar a importância desse programa, o resto é conspiração política.

Fonte: Blog da Saúde

Deixe uma resposta