Dicas de consumo consciente: sabonetes

Como já escrevi em outros posts, me tornei adepta dos cosméticos naturais, tanto pelos benefícios à saúde, refletida na pele e cabelos, como por valores pessoais mesmo. Não sou radical, mas procuro dar preferência a itens naturais e orgânicos sempre que possível, de modo que os produtos industrializados sejam cada vez menos bem-vindos aqui em casa!

E foi lendo em alguns blogs veganos que tive uma surpresa muito bacana, a dos sabonetes Phebo, que hoje pertence à Granado. Apesar de industrializados, as duas marcas possuem produtos à base de glicerina vegetal e livres de qualquer ingrediente de origem animal (exceto o de lanolina). E a parte prática é que podem ser encontrados nos mercados e farmácias de todo país, ou seja, você nem precisa ir atrás de uma loja especializada em fitocosméticos, com produtos mais específicos e geralmente mais caros.

Confesso que também fiquei bem aliviada em saber que existem opções simples e de qualidade, disponíveis lado a lado às gigantes comerciais como Unilever, que testa suas inúmeras marcas de produtos em animais. Isso sem falar que a base de muitos desses produtos, como a do sabonete Dove, por exemplo, é de gordura bovina proveniente de matadouros, ou simplesmente, sebo. Ui, que nojo!

 

sabonete phebo, que hoje pertence à granado, qualidade com preços justos | imagem: granado

E se ficou mais fácil, por que não aderir? Os sabonetes Phebo e Granado têm preços acessíveis e são de ótima qualidade. Conheça aqui a linha de produtos em barra, com ingredientes e aromas para todos os gostos.

Acho importante compartilhar dicas como essa, pois são nas pequenas mudanças em nosso dia a dia que conseguimos dar os primeiros passos para a conscientização em relação aos grandes problemas. Substituir alguns hábitos pode não ser fácil no começo, você pode ir aos poucos até chegar no que achar ideal, mas posso garantir que os resultados são bem compensadores!

Confira o que já foi postado no blog sobre fitocosméticos.

Deixe uma resposta