Resíduos de obra com destino correto

Em agosto de 2009 eu postei aqui no blog sobre o Manual de reciclagem de gesso, contendo dicas sobre o uso e a armazenagem sustentável do gesso, além de indicações de centros de reciclagem que recebem os resíduos do material.

Também comentei várias vezes aqui sobre a minha insatisfação, como pequena empresa, por não conseguir dar o destino final correto a todos os resíduos gerados em obras de reformas.

Até que o proprietário da Multilix, empresa comprometida em receber e dar o destino final aos resíduos das obras, entrou em contato comigo.

A empresa é uma ATT (Área de Transbordo e Triagem de Resíduos da Construção Civil) licenciada pela Prefeitura de Guarulhos e CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) onde nela recebem os entulhos das obras para posterior segregação e destinação em áreas também licenciadas.

A ATT – Multilix recebe resíduos da construção civil, conforme Resolução CONAMA nº 307/2002, coletados e transportados em caçambas estacionárias de 4 m³.
Faz o recebimento e a segregação para formar cargas diferenciadas de resíduos de acordo com seu tipo, considerando alvenaria, argamassas, concreto e cerâmico, metais, plásticos (PVC, PEBD, PEAD, PP, etc.), madeira, papelão (incluindo sacarias), gesso, entre outros, para comercialização e posterior reciclagem ou reutilização.

Quanto aos resíduos de gesso, Sergio Lopes, proprietário da empresa, nos informou que esses materiais foram reclassificados recentemente pela Resolução CONAMA nº 431/2011, passando de classe C (resíduo sem tecnologia para reciclagem) para classe B (passível de reciclagem).
Uma ótima notícia, que permite agora um trabalho na concentração deste tipo de resíduo para reciclagem, através de soluções ambientais, financeira e economicamente viáveis.

Quanto às caçambas estacionárias, mais conhecidas como caçambas de entulho, os profissionais da construção civil já podem finalmente contar com o serviço de coleta, transporte e destinação final feito de forma responsável e ambientalmente correta.

Sobre os resíduos de gesso

Lembrando que os resíduos gerados pela construção civil representam mais de 50% de todo o lixo urbano da sociedade e, desse total, 5% correspondem aos restos de gesso.

Caso queira conhecer melhor os serviços prestados pela Multilix, entre em contato via e-mail ou através dos fones (11) 2241-0006 e 2242-5784.

7 comentários em “Resíduos de obra com destino correto

  1. Ola Karla meu nome é Eder tenho uma empresa de colocação de forro de gesso em Ituporanga Sc
    o que eu faço com meu ( LIXO) existe alguma forma de ganhar dinheiro com isso?
    Se puder me ajudar eu agradeço!

  2. BOM DIA
    GASTARIA DE TER INFORMAÇÕES SOBRE ONDE E QUAIS OS EQUIPAMENTO PRECISO PARA MONTAR UMA EMPRESA DE RECICLAGEM DE GESSO .

    JÁ TENHO UMA EMPRESA TRANSPORTADORA ATRAVÉS DE CAÇAMBA E DESCONTAMINAÇÃO DE LAMPADAS
    ATENCIOSAMENTE
    GUILHERME

  3. Prezada Karla,

    Estudamos a possibilidade de trazer ao Brasil, unidades de reciclagem de gesso, tanto acartonado, como de fundição, úmido ou seco.
    A capacidade máxima da linha de tratamento esta na faixa de 9.000 toneladas por mês.
    Gostaremos de entrar em contatos com as pessoas interessadas a se livrar dos entulhos de gessos, afim de ter estimações mais concretas sobre as quantidades mensais (anuais) a serem tratadas em cada cidade do Brasil.
    Atenciosamente

    guyduchateau@yahoo.com.br

  4. Oi Karla…bom dia…tudo bem??
    Eu sou a Engenheira Ambiental responsável pela ATT Multilix, citada neste post. Trabalho diretamente com o Sérgio Lopes, com quem você teve contato na ocasião citada acima.
    Faço Pós em Construções Sustentáveis e estou desenvolvendo um projeto aqui, de separar peças diferenciadas, que chegam à todo momento nas caçambas que recebemos, para assim poder restaurá-las e utilizá-las para decoração!!
    Além disso, continuamos com nosso trabalho de destinação correta dos resíduos de construção civil, ampliando cada vez mais as destinações sustentáveis!!
    Se tiver interesse, entre em contato comigo!! (11 – 22410006)

    Muito Obrigada,

    Abraços

    Lys

  5. Ola Karla ,meu nome é Edielson trabalho com gesso reciclado a mais de 10 anos e a menos de 4 anos venho testando as placas de Drywall reciclado , as placas tem uma resistência incrível digamos 90% comparada com as tradicionais , peso 10% mais leve , resumindo entre custo e beneficio 15% mais econômica . Gostaria de lhe enviar uma amostra pra que venha dar a sua opinião . Fico muito grato ,

Deixe uma resposta