Manual de reciclagem de gesso

manual_gessoHá muito tempo que venho me preocupando com o destino que damos aos resíduos de obras.
Desde a época que trabalhava em campo, percebia que nenhuma atenção era dada a esse assunto, só tínhamos o trabalho de encaminhar o material às caçambas de entulho e dali por diante já não era um problema nosso.
O que não é verdade, é um problema muito nosso sim, pois todos nós somos responsáveis pelo lixo que produzimos, seja ele doméstico ou não.

Os resíduos gerados pela construção civil representam mais de 50% de todo o lixo urbano da sociedade e, desse total, 5% correspondem aos restos de gesso.
Na maioria das vezes, o próprio fornecedor de gesso recolhe os restos de materiais, mas será que eles têm o cuidado de encaminhar esses resíduos a locais adequados?
Pouco provável que isso aconteça, principalmente em se tratando de empresas de pequeno e médio porte.

A boa notícia ao setor é que a Associação dos Fabricantes de Drywall lançou uma cartilha com dicas sobre o uso e a armazenagem sustentável do gesso, além de indicações de centros de reciclagem que recebem os resíduos do material.
A cartilha ainda traz informações complementares sobre o uso do gesso nas construções civis, como, por exemplo, as normas técnicas brasileiras que existem para a utilização do material e, também, a resolução do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente), que considera o gesso um  resíduo de Classe C, isto é, que não possui destinação economicamente viável.
Apesar disso, a Drywall garante que o material pode ser reutilizado como aditivo de concreto, calcário para correção pH do solo e ainda  ajudar na confecção de novas peças para o setor de construção civil.

Por sua praticidade e por ser também um material reciclável, o gesso tem sido indicado como opção sustentável para substituir as paredes convencionais de alvenaria e concreto, e é preciso conscientizar os profissionais que atuam no setor da construção civil sobre a importância da destinação e reciclagem correta dos resíduos desse material.

O manual  “Resíduos de Gesso na Construção Civil” descreve, passo a passo, toda a ação de coleta e armazenagem do gesso que deve ser feita para preparar o material para a reciclagem.
Além disso, a cartilha esclarece sobre o processo de transporte do material e, também, de destinação.

Para adquirir o seu, basta entrar em contato com a associação e solicitar um exemplar, mas é possível baixar a versão disponível em PDF no site da Drywall.

Confira também o post sobre o destino correto para os resíduos de obra.

Fonte: Planeta Sustentável

13 comentários em “Manual de reciclagem de gesso

  1. Na minha cidade a muito lixo de gesso eu estou procuramdo uma saida para isso resolver o problema desse lixo reciclamdo se algem puder me ajudar me auxilhe de aljum jeito.

  2. TRABALHO NO RAMO DA CONSTRUÇÃO CIVIL TAMBÉM SEMPRE ME PREOCUPEI COM ASSUNTO DE SUSTENTABILIDADE, JÁ PENSEI EM ME DEDICAR AO RAMO DA RECICLAGEM, PRINCIPALMENTE DE GESSO.

    SE VC PUDER ME AJUDAR FICAREI MUITO AGRADECIDO.

    GRATO PELA ATENÇÃO

    ROBERTO

  3. trabalho com fabricação de artefatos de geso,gostaria de aprender,ou orientação de como reciclar gesso,pois na minha fábrica sobra muito resíduo sou do RJ

  4. Boa tarde Karla.
    Meu nome é Sergio Lopes e sou proprietário da Multilix que é uma ATT – Área de Transbordo e Triagem de Resíduos da Construção Civil licenciada pela Prefeitura de Guarulhos e CETESB onde nela recebemos entulho das obras para posterior segregação e destinação em áreas tbm licenciadas.Com a mudança na legislação o resíduo de gesso de classe B ( sem tecnologia para reciclagem)passando para para C ( passível de reciclagem ) começamos um trabalho de concentrar esse resíduo para reciclagem.O meu intuito é solicitar a vc a gentileza que divulgue essa informação pois acho de extrema valia.
    Estou a disposição para maiores esclarecimentos.
    Segue meus contatos: 011-7724-2604 e 011 – 2241-0006 – Sergio Lopes
    Grato pela oportunidade.

  5. meu nome e nissim tenho empresa de gesso e nao sei o que fazer com as sobras gostaria de uma ajuda disse:

    tenho uma empresa de gesso e nao sei o que fazer com as sobras

  6. BOM DIA
    OBRIGADO PELAS INFORMAÇÕES E SE CONSEGUIR MAIS INFORMAÇÕES EU LHE AGRADEÇO SE PODER ME EVIAR
    ATENCIOSAMENTE
    GUILHERME

  7. BOA NOITE , SOMENTE PARA INFORMAÇOES E ATE CREIO QUE VALIOSAS ….SOU DA AREA DA CNSTRUÇAO CIVIL VOLTADO PARA O GESSO;AS ATTS NAO SERAO MAIS CONSEDIDOS LICENÇAS, POIS ESTES E MAIS OS SILOS E PECINOES NAO RESOLVERAO O PROBLEMA EM UM FUTURO MUITO BREVE,ESTA EM TRAMITE NA CONAMA ,E EM POUCOS DIAS SAIRA UMA NOVA RESOLUÇAO, QUE TERAO QUE DAR FIM NOS RESIDUOS,,,,, MAS GRAÇAS A DEUS UM CIDADAO DE RIBEIRAO PRETO RECICLA O RESIDUO DE GESSO EM 100% MANDA DE VOLTA PARA SER USADO NA CONSTRUÇAO CIVIL,ESTVE COM O MESMO E FIQUEI ENCANTADO COM O SEUS METODOS ,,,,O QUE NINGUEM CONSEGUIL NO MUNDO ELE ESTA INIÇIANDO EM RIBEIRAO PRETO,,,,,PASSE PARA OS ENTERESSADOS,

    1. Olá Fernando,

      Agradeço seu comentário e fico feliz que os posts estejam ajudando as pessoas de alguma forma, pois essa é a ideia principal!

      Até mais,
      Karla.

Deixe uma resposta