Sábado cultural – O cigarro na mídia

Resolvi aproveitar o sábado chuvoso para fazer um passeio cultural por São Paulo e conferir algumas exposições interessantes.

Uma delas foi a “Propaganda de Cigarro. Como a Indústria Enganou Você”, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

A mostra é fruto de pesquisas da Universidade de Stanford e expõe 63 imagens de campanhas, hoje totalmente inaceitáveis, mas que foram divulgadas nos EUA entre 1920 e 1950.

Na primeira metade do século passado, quando os efeitos nocivos do cigarro começaram a ser discutidos, a indústria tomou uma série de providências para amenizar o medo dos fumantes.

Uma dessas estrátégias foi usar em seus anúncios o prestígio de médicos, atletas, cantoras, estrelas de Hollywood, personagens de filmes infantis, jovens, bebês, e pasmem, até o Papai Noel!

O resultado é divertido, apesar de trágico, de tão absurdas que são as campanhas, confira algumas:


“Viceroys filtra a fumaça!”
e o dentista ainda reforça “Como seu dentista, eu recomendo Viceroys”.

"viceroys filtra a fumaça" e "como seu dentista, eu recomendo viceroys"
dentistas recomendam o cigarro

Nessa o bebê diz: “Nossa mamãe, você gosta mesmo do seu Marlboro” e a zelosa mãe ainda responde: “Sim, você nunca sente que fumou demais, este é o segredo de Marlboro!”.

bebês admiram a mãe fumando
bebês admiram a mãe fumando

Essas são demais: “Alívio imediato em casos de asma, bronquite, rinite, gripe e falta de ar.”. E os cigarros do Dr. Batty: “Para alívio temporário no ataque de asma.”, “Tratamento efetivo para: asma, rinite, falta de ar, doenças da garganta, inflamação nos brônquios.”. Mas nesse eles tomaram o cuidado em dizer: “Não recomendado para crianças abaixo dos 6 anos.”.

o cigarro como remédio
o cigarro como remédio

Isso tudo pode parecer divertido, mas é claro que não podemos ignorar as incalculáveis mortes causadas pelo fumo e que foram incentivadas por campanhas publicitárias criminosas e irresponsáveis como essas.

Confira aqui o site da exposição original, com as imagens de todas as campanhas da mostra.

E o restante do passeio fica para um próximo post.

Deixe uma resposta