Celular de plástico reciclado

wwww eco l imagem: motorola
moto w233 eco l imagem: motorola

É isso mesmo, já temos no mercado um celular produzido a partir de material reciclado de garrafas PET!
Esse material compõe 25% da estrutura do celular MOTO W233 Eco, da Motorola, que é também o primeiro produto da categoria com o certificado Carbonfree.
O selo garante que o produto compensa as emissões de carbono no seu processo de fabricação, distribuição e uso com investimentos em projetos de preservação ambiental.

Também não podemos esquecer que nos dias de hoje é fundamental pensar muito antes de sair comprando por aí, lembram do vídeo “A História das Coisas” que postei no dia 22/03/09? Então, e além disso também temos a responsabilidade de saber onde descartar o aparelho antigo.

Segundo a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) são vendidos mais de 1 milhão de celulares todos os meses no Brasil e são descartados mais de 40 milhões de baterias todos os anos.
Atualmente, o descarte de baterias de celulares constitui em uma das maiores ameaças ao meio ambiente, pois eles possuem entre seus componentes, metais pesados como mercúrio, cádmio e chumbo, que, quando não são adequadamente descartados, podem contaminar o solo e causar danos à saúde humana.

Pensando também nessa questão do descarte, a Motorola lançou, simultaneamente ao celular, o programa Ecomoto, onde a empresa se compromete a dar a destinação correta para os aparelhos e baterias, evitando que poluam o meio ambiente e reaproveitando os componentes e metais recicláveis.

No Brasil, a Motorola lançou o produto em parceria com a operadora de telefonia Claro e a rede de supermercados Wal-Mart (parceira estratégica do Instituto Akatu).

Fonte: Instituro Akatu

16 comentários em “Celular de plástico reciclado

  1. Olá!

    Parabéns! seu post foi escolhido mais uma vez para ser um dos destaques da home do Blogblogs! =)

    Dê uma olhadinha!

    Abraços,

    Equipe Blogblogs

    1. Obrigada Djane,

      É verdade, as coisas estão mudando mesmo e temos sempre que valorizar essas empresas e produtos sustentáveis na hora de escolher!

      Até mais,
      Karla.

  2. Matéria legal! Muito bom saber que existe empresas que além de querer ganhar dinhiro (claro!) se preocupam com o meio ambiente.
    Tem muita empresa por aí que só tem propaganda, mas não mostra nenhum resultado. Pelo menos a motorola se mostra preocupada com o assunto.

    1. Olá Marco,

      As empresas estão cada vez mais conscientes dessa realidade, mas pode ter certeza que elas investem muito na sustentabilidade contabilizando o retorno financeiro!
      De qualquer forma, como eu comentei com a Djane (a seguir), temos que dar preferência à essas empresas e seus produtos sustentáveis sempre!

      Obrigada e até mais,
      Karla.

  3. Olá Karla, parabéns pelo blog!

    navegando no site da ONG Iniciativa Verde (www.iniciativaverde.org.br), que tem a marca Carbonfree devidamente registrada no INPI, não encontrei qualquer menção a esse produto.
    De fato, um produto interessante, a princípio, mas se a Motorola estiver usando o nome da marca sem autorização já começaram errando…
    Abs
    Cris

    1. Olá Cris,

      Nossa, seu comentário me chamou a atenção!
      Mas essa parceria com o Carbonfund.org está descrita no próprio site da Motorola e se você acessar esse link: http://www.carbonfund.org/site/pages/businesses/category/CarbonFree%20Products/ a marca Motorola está lá, entre as empresas com os produtos certificados.
      De qualquer forma vou verificar sobre o assunto!
      Obrigada pelo post, essas observações são sempre importantes e muito benvindas!

      Até mais,
      Karla.

  4. Olá Karla

    Que bom que existem empresas que têm consciência ambiental.
    Conheço o pessoal que detém o Carbonfree e trabalha no sentido de compensar o que poluimos hoje e fiquei de fato animada em saber que vcs estão trabalhando com eles e aumentando portanto a possibilidade de melhora do ambiente pelo menos enquanto a gente não consegue mudar os hábitos das pessoas!
    Parabéns

    1. Olá Maria Sofia,

      Na verdade gostaria de conhecer melhor o trabalho deles, talvez eu não saiba o peso que eles têm aqui no Brasil!
      Percebi isso através dos vários e-mails que recebi, mas vou me informar melhor.

      Obrigada e até mais,
      Karla.

  5. Oi Karla,

    também me chamou a atenção o post da colega acima, e fui averiguar. Descobri, com conhecidos meus que tem contato com o pessoal da Iniciativa Verde, que a marca CarbonFree, apesar de ter sido criada e pertencer, nos EUA, ao Carbonfund, foi registrado no Brasil pela Iniciativa Verde, que tem sua titularidade desde 2007. Ou seja, qualquer um que queira utilizar esta marca no Brasil precisa da autorização deles, o que parece que não ocorreu com a Motorola. Do contrário, haveria identificação deles no site da Iniciativa Verde.
    Apesar da idéia da Motorola ter seu valor, não podemos aceitar que os fins justificam os meios….
    Grade abraço,

    Lorena.

    1. Olá Lorena,

      Como respondi ao comentário da Maria Sofia, gostaria muito de conhecer melhor o trabalho da Iniciativa Verde, por onde eu poderia começar?
      Recebi vários e-mails comentando sobre eles, mas conheço muito pouco sobre a sua área de atuação.
      Quanto à Motorola, lamentável descobrir isso, não é mesmo? Você tem toda razão e acho até que deveríamos tomar alguma atitude a respeito.
      Sempre converso com as pessoas que tenho muito receio do comportamento das empresas diante da realidade verde, pois nós não dispomos de uma fiscalização para o assunto e inclusive nossas certificações ainda estão em andamento!
      Mas agradeço muito o seu contato e informações como essas são sempre muito benvindas para o enriquecimento do conteúdo do blog.

      Obrigada e até mais,
      Karla.

  6. Oi Karla,

    eu imaginei que o link do Carbonfund poderia trazer alguma confusão. O fato é: parece que a Carbonfund registrou o uso da marca carbonfree, mas nos EUA. Eles deveriam ter realizado uma pesquisa ou até mesmo pedido autorização para a Iniciativa Verde para utilizar esse termo aqui no Brasil!
    Entre no site que acho que vc vai gostar http://www.iniciativaverde.org.br ano passado eles até fizeram um evento relacionado à arq. e decoração.
    Abs
    Cris

Deixe uma resposta